CEO - Criar | Envolver | Orientar

1º Meeting Internacional CEO: Criar, Envolver, Orientar

O CEO – Criar| Envolver | Orientar, uma novel estrutura da AEVA (Associação para a Educação e Valorização da Região de Aveiro) para a educação e reabilitação de pessoas com necessidades especiais, vai levar a efeito nos próximos dias 17, 18 e 19 de Novembro (sábado, domingo e segunda-feira), o seu 1º Meeting Internacional.
Este evento terá lugar no seu complexo de educação e reabilitação, sito junto à Escola Profissional de Aveiro, estando sobretudo orientado numa lógica de ‘aprender a fazer’.
Este encontro internacional está devidamente acreditado para a formação contínua e educadores, professores e técnicos especialistas.
Durante o seu primeiro dia, no sábado, tem organizados 8 workshops, orientados por especialistas nacionais e estrangeiros, que estão a trabalhar no terreno da educação especial, exatamente para ‘ensinar a fazer’. Estes espaços de trabalho são destinados sobretudo a educadores, professores, técnicos e alunos que frequentam o ensino superior em cursos de educação especial.
No domingo será um dia destinado sobretudo à aprendizagem com as famílias que vivem e educam crianças e jovens com necessidades especiais. Terá a presença da organização nacional ‘Pais em Rede’, contando com a presença da sua presidente Luísa Beltrão.
Na segunda-feira será o dia destinado à presença, comunicação, partilha e discussão de temas e práticas de educação especial por diversos especialistas nacionais e internacionais. Para além de reputados especialistas do nosso país, estarão também presentes 11 especialistas estrangeiros, de 9 países europeus, alguns dos quais irão partilhar as suas experiências de intervenção especializada.
As inscrições são gratuitas mas obrigatórias.




1º Meeting Internacional CEO Criar | Envolver | Orientar
‘Educação especial: a (boa) prática das ideias’

Um ’meeting’ das ideias tornadas práticas.

Depois de tanto se falar sobre ‘Escola Inclusiva’, percebe-se isso mesmo: fala-se!...
E falar pode não significar fazer-se. Ou melhor: podem-se discutir conceitos, partilharem-se ideias, difundirem-se conteúdos; mas tal pode não traduzir-se em práticas efetivas de inclusão na escola de crianças e jovens com deficiências ou perturbações de caráter permanente.
E é disso mesmo que todos estamos a precisar. Crianças e jovens aprendentes, famílias, escolas, empregadores, sociedade em geral: aprender a praticar a inclusão a partir exatamente disso mesmo – das boas práticas.
Por isso foi pensado este encontro, esta prova – porque internacional se decidiu intitular-se de ‘meeting’. E nele se fez constar uma trilogia que pretende chegar a todos aqueles que, na ajuda aos nossos aprendentes, são precisos à escola que quer ser inclusiva: educadores, professores, técnicos, famílias, auxiliares, estudantes, profissionais em geral.
E tudo isto a passar-se num CEO de fundadas esperanças; em espaços que incentivam ao trabalho cooperativo e colaborativo de todos aqueles que voluntariamente acreditam ser possível melhorar as escolas que aprendem; as escolas que querem aprender.
No desfile de ilustres especialistas nacionais e internacionais, pretende-se, de modo participado, valorizar a verdadeira escola da inclusão; conquistando adeptos; motivando praticantes.
Durante três dias, abrem-se as portas para as ideias e para as práticas. Abre-se espaço para o conhecimento e para as experiências. Quer-se partilhar. Quer-se aprender.

A prova está lançada. Todos estamos convocados a participar.

A todos um bom ‘meeting’!

O Diretor do CEO,
Jorge Manuel de Almeida Castro


uma marca: